Navigation Menu

Sonhos compartilhados nascem, e os individuas devem permanecer.

Fonte: The O.C. Série de TV. 


Sabia que estava andando muito ausente. Também tinha consciência que a relação entre os dois só iria para frente se de fato se tornasse mais presente, principalmente quando estivesse ao lado dela. Poderia colocar a culpa nos problemas familiares, no estresse do trabalho ou até mesmo nas raras brigas que eles tinham, mas não era nada disso. Chegando a essa conclusão, sentia que devia ser totalmente franco, mesmo que isso implicasse na partida da amada. Afinal, ela poderia achar o discurso bastante egoísta. Mas não falar seria hipocrisia, covardia e ocultação do que ele tanto acreditava e estava presente nele.

A amava e não tinha dúvidas quanto a isso. Já os imaginava velhinhos e sentados em um banco qualquer, de uma praça totalmente descuidada pela prefeitura local. Mas também não conseguia afastar um pensamento; digamos que em certos momentos seu lado racional, o que costumava prevalecer antes de conhecê-la, o manda um alerta ensurdecedor e o faz compreender que por mais que a ame, ela é apenas uma fração dos tantos sonhos, coisas e sentimentos que precisa para se sentir completo.

Desculpa-se, pois certamente isso não soou romântico. Mas passou um bom tempo guardando isso consigo. Sente muito se não teve coragem para contar antes. Não suportava mais ver os olhos dela suplicando por atenção constante, algo que não tinha como retribuir no momento. Por ver os sonhos dela deixando de existir, ao criar novos ao seu lado. Ele não se via desistindo das suas metas e queria ter tido coragem suficiente para ter dito isso antes. De pedir para ela não matar seus sonhos por causa dele, pois eles poderiam ser um casal com sonhos compartilhado, mas também com individuais.

Ele entenderia se ela quisesse ir embora. Mas se sentia aliviado por ter sido sincero. Esperava que eles pudessem ter uma chance, que pudessem mudar aquilo junto, mas do contrário, desejava que ela nunca mais abrisse mão do que tanto desejou por conta de outra pessoa. Afinal, ele queria boa parte do que ela queria, mas desejava que ambos pudessem conquistar o que tanto almejavam antes mesmo de se tornarem “nós”. Ele esperava que ela pudesse entender seu ponto de vista.

23 comentários:

  1. como você consegue me fazer sempre amar os seus textos?

    ResponderExcluir
  2. Oi, Renato! Já disse que amo seus textos, né?
    E esse é mais uma verdade: a gente não pode esquecer que antes de tudo temos nossa individualidade. Nossos sonhos pessoas nunca devem eixar de existir porque se você se anula e vive par ao outro, acaba deixando a responsabilidade e a sua felicidade na mão do outro também e aí nada se sustenta dessa forma.

    Amei o texto.
    Abraço.
    Blog Vida & Letras
    www.blogvidaeletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. oi, oi.

    amei demais o teu texto. me fez lembrar da relação dos meus pais: minha mãe meio que abriu mão de todos os sonhos dela por conta do casamento. já são mais de 22 anos de história. e, ó, acho que enquanto valer à pena, não tem problema abrirmos mãos dos nossos sonhos. se nos faz, melhor continuar, né? agora, se a pessoa vive infeliz, com raiva e chateada com o relacionamento, aí sim é hora de abrir mão e focar nos seus próprios sonhos.

    abç!
    Não me venha com desculpas

    ResponderExcluir
  4. Que texto maravilhoso! Sabe que por uma vez, em um relacionamento antigo, deixei muitos sonhos compartilhados tomarem conta, e no fim acabei abandonando meus sonhos particulares. Foi um erro, mas eu era muito nova ;D hoje aprendi que as pessoas podem estar juntas, mas devem pensar separadas as vezes!

    Bjinhos,
    ❥ AmigaDelicada.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi
    muito lindo o texto, nunca abandonei meus sonhos por ninguém e não sei se faria isso.

    momentocrivelli.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Pra dar certo os dois tem que ter sua individualidade e manter cada um seus sonhos, um deve ajudar o outro a alcançar suas metas e objetivos e não atrapalhar.
    Belo texto!
    Feliz ano novo Renato :)

    https://heyimwiththeband.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi, Renato.
    Mais um texto sensacional.
    Os sonhos do casal são muito importantes e devem estar em harmonia com os sonhos individuais, que também são essenciais, pois se alguém vive os sonhos de outra pessoa, no fundo, está se iludindo.
    Feliz ano novo.
    Abraços.
    Diego || Diego Morais Viana

    ResponderExcluir
  8. Oi, Renato! Tudo bem? Você já tinha me mostrado esse texto, né? E eu o amei. Parabéns novamente. Você vai longe!

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi, Renato!
    Sonhar a dois é complicado, mas quando a conexão é verdadeira, é algo único, inigualável. Adoro a sensibilidade que você coloca em seus textos; torna tudo mais sincero e aproximar mais o leitor.
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Olá, Renato.
    Adorei seu texto. Realmente não soou muito romântico, mas essa deveria ser a visão de todos. As pessoas colocam sua expectativa de felicidade na outra e não é assim que deveria ser. A outra pessoa só deveria vir para compartilhar essa felicidade e não ser o motivo dela.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  11. Olá.
    Amei seu texto, você mexe com os sentimentos de todos que leem.
    não podemos colocar a nossa felicidade nas mãos de outras pessoas, precisamos ser completos para que outra pessoa transborde-nos.
    beijos.

    meumundosecreto

    ResponderExcluir
  12. Profundo e reflexivo <3
    Adoro seus textos haha preciso nem falar isso né?

    www.estupefaca.com

    ResponderExcluir
  13. OI Renato.
    Quanto inspiração, continue sempre escrevendo.

    Divagando Palavras
    www.divagandopalavras.com

    ResponderExcluir
  14. Oi, Renato. Que belo texto.
    Conheço muitos casos de pessoas que deixaram seus sonhos de lado para poder se dedicar a uma outra pessoa. Fico muito triste com isso, uma vez que temos uma única vida e devemos fazer o máximo para torná-la especial, feliz e nos deixar com a sensação de que fizemos tudo que estava ao nosso alcance, que vivemos intensamente cada experiencia.
    O pior é quando a pessoa abandona algum projeto, sonho por causa de alguém, por exemplo, e no futuro a relação não vinga. A sensação que fica é de que foi tudo em vão.
    Adorei o texto de coração :)

    Abraço!
    http://tudoonlinevirtual.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oi, Renato! Adorei o seu texto, que está ótimo como sempre. Eu concordo com o seu pensamento; realmente, as pessoas não devem deixar de ser elas mesmos para se "fundirem" com quem amam. O mais importante para se ter uma relação saudável é saber que o casal pode ter uma vida juntos sem deixar de ter uma vida sozinhos. Beijinhos, Beatriz.

    O Diário de uma Escritora Iniciante

    ResponderExcluir
  16. Adorei o texto! Conheço muitos casos também onde um lado ou outro acaba largando de mão os sonhos pela felicidade do outro, o que não é justo. Ambos devem andar juntos, ambos cedendo um pouco, para de fato funcionar.

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Muito bom o texto! Acho muito difícil uma relação dar certo quando só existem sonhos compartilhados, não podemos perder a nossa individualidade.
    Boa semana!
    Bluebell Bee

    ResponderExcluir
  18. OI RENATO

    seu texto pareceu bastante com algo vivido por mim recentemente.
    Infelizmente estive do lado de cá, meio no escuro, sem compreender bem porque o lado de lá me deixou ir :(
    mas... texto cheio de profundidade e beleza <3

    beijo
    beinghellz.com

    ResponderExcluir
  19. Oi Renato,
    Texto maravilhoso como sempre.
    Acredito sempre que os sonhos tem que ser compartilhados para ambos serem felizes, assim como devemos ter nossos próprios sonhos para realizar.
    Bjs e uma ótima noite!
    Diário dos Livros
    Siga o Instagram

    ResponderExcluir
  20. Oie Renato =)

    Acredito que o grande mal do mundo é esse individualismo. Precisamos nos descobrir novamente como comunidade e trabalhar juntos para fazer um mundo melhor.

    Mas essa mudança começa com a gente, e essa é justamente a parte mais dificil...

    Parabéns pelo texto! Maravilhoso como sempre!


    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  21. Oi Renato!
    Amei demais o texto, me fez sentir muitas coisas, principalmente em relação ao meu atual relacionamento. Sua escrita é maravilhosa!

    Obrigada pelo carinho. Beijos :*
    Claris - Plasticodelic

    ResponderExcluir
  22. Menino, que beleza de texto! Tb acredito nisso, que duas pessoas não precisam se anular pra viverem juntas.
    Adorei, parabéns!

    =)

    Suelen Mattos
    ______________
    ROMANTIC GIRL

    ResponderExcluir