O que eu sei de verdade, de Oprah Winfrey


Fonte: Editora Sextante.




Ao me deparar com a capa, título e sinopse do livro “O que eu sei de verdade”, eu me senti intimado a conferir o conteúdo presente na obra. Não conhecia muito bem o trabalho da Oprah, porém sempre tive curiosidade. E, ao começar a leitura me vi imediatamente ligado a escrita da autora, além de ter a estranha sensação de conhecê-la.

Quem acompanha o RC sabe que não sou muito fã do gênero motivacional. Mas volta e meia decido dar uma nova chance a temática, e devo confessar que com o passar do tempo acabei me surpreendo com algumas obras em especial.

Em “O que eu sei de verdade” encontramos uma seleção de crônicas feitas pela própria autora, e nelas ela fala sobre relacionamentos amorosos, família, amizade, autoestima, medos, fracassos e superação. 

O modo como Oprah escreve é ágil, envolvente, sincero e reflexivo. Ela se inclui totalmente nas crônicas, alias todas elas são sobre o que aprendeu no decorrer de sua vida. De certo modo, também insere o leitor a narrativa de forma singela e bastante acolhedora.

Foi inevitável não se colocar no lugar da autora, e aprender com ela e com as dificuldades que passou. Vale salientar que em alguns momentos a Oprah usa o termo: “leitora”, mas isso não torna a obra destinada apenas para as mulheres. Muito pelo contrário, acredito que as crônicas foram feitas com a finalidade de alcançar a todos, de trazer mensagens positivas e reais sobre a vida.

Achei muito interessante ter esse contato através da escrita com a Oprah Winfrey. Não conhecia muito sobre ela, porém já havia assistido algumas entrevistas que ela havia feito em seu programa. Não tinha noção que ela escrevia, e muito bem por sinal. Achei sua escrita cheia de sabedoria, de uma pessoa que visivelmente já passou por várias situações boas e ruins, e que mesmo assim optou por compartilhar isso, visando ajudar as pessoas à sua volta.

Ao finalizar a leitura, posso dizer que encontrei não só uma única verdade, mas sim várias entre elas duas me tocaram bastante: o amor tem que partir de nós, pois como podemos amar algo ou alguém sem antes amarmos a nós mesmos? Como podemos ser felizes se não aprendemos a admirar o nosso reflexo no espelho, sem compreender que cada dia é uma nova possibilidade de fazer algo novo e bom para si e os outros?

“O que eu sei de verdade” se tornou uma das leituras mais cativantes e inspiradores que já fiz na vida. Por fim, agradeço a Oprah por essa conversa sincera, sem rodeios e cheia de respostas para questões que volta e meia surgem em minha mente. 

Enfim, recomendo bastante o livro. Talvez nele você encontre respostas para as questões que povoam sua mente também.

Seja qual for o desafio que você esteja enfrentando, deve lembrar que, embora a tela da sua vida seja pintada por experiências cotidianas, atitudes, reações e emoções, é você quem controla o pincel. Se eu soubesse disso aos 21 anos, poderia ter me poupado de muita mágoa e insegurança. Teria sido uma revelação compreender que somos artistas de nossa própria vida - e que podemos usar quantas cores e pinceladas desejarmos. Página: 43.


Título: O que eu sei de verdade.
Autor (a):  Oprah Winfrey.
Gênero: Inspiração, desenvolvimento pessoal, motivacional.
Número de páginas: 192.
Ano: 2014 (esta edição).
Editora: Sextante.
Avaliação: 4,5.

24 comentários

  1. Oi, amigo! Tudo bem? Me responde uma pergunta, eu já te disse como você escreve maravilhosamente bem resenhas? Se não, quero deixar isso bem claro. Suas resenhas fazem com que queiramos ler ainda mais o livro, você nos envolve deixando aquele quê de curiosidade e mistério. E nessa, não poderia ser diferente. Sua escrita é maravilhosa e eu fico maravilhada por poder acompanha-lá! Beijoos.
    Do avesso.

    ResponderExcluir
  2. Poxa, esse deve ser um livro realmente muito bom. Conheço um pouco a história dela, e o que ela passou não foi mole não. Gostei demais da dica!

    =)

    Suelen Mattos
    ______________
    ROMANTIC GIRL

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Eu realmente acho a Oprah uma mulher emponderadora.
    Acho que é um livro que merece ser lido. Por todos mesmo!
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Também não sou muito fã da escrita motivacional, na verdade nunca li nenhum livro com essa temática, mas já ouvi falar bem deste livro! :) Bom fim de semana.
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderExcluir
  5. Também não sou muito de ler esse gênero motivacional, mas é sempre bom dar uma chance para os gêneros que a gente menos lê né? Porque a gente sempre se surpreende. Pelos assuntos abordados no livro, eu me sentiria no programa dela, hahaha! Já vi alguns vídeos no YouTube da época de quando ela tinha um programa e era um dos melhores programas transmitidos lá né? Não é atoa que ela virou uma referência.

    Beijos!
    www.likeparadise.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi, Renato! Tudo bem? A capa desse livro é tão linda! *---* E tudo que você me falou dele e todos aqueles quotes que você me mostrou me fizeram querer ler o livro! :) Adorei a resenha! <3

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi Renato!
    Não imaginei que fossem crônicas. Achei interessante o formato. Não acho que seja um livro que eu leria, mas não tenho duvidas que a Oprah deve ter passado uma mensagem bonita com ele.
    Beijos,
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Oi Renato,

    Não conhecia a obra, mas parece ser bem tocante mesmo.
    Com certeza vou colocar na minha lista de leituras.
    Bom Domingo!
    Diário dos Livros
    Siga o Instagram

    ResponderExcluir
  9. Olá, Renato.
    Eu não sou muito fã de livros do gênero e nem da autora. Só conheço ela de nome para falar a verdade hehe. Mas que bom que gostou tanto a ponto dele ser um dos livros mais cativantes que você leu.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  10. Oi, Renato! Tudo ótimo, graças a Deus. E vc?
    Correr riscos realmente é necessário.. Mas, é tão difícil.
    Não podemos pensar de mais mesmo..
    Obrigado por visitar meu Blog e deixar esse comentário incrível.
    Um abraço!

    Douglas ;)
    http://ocoracaodomenino.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. É a minha leitura atual. Tô adorando! ♥ A Oprah escreve de um jeito que prende e mexe mesmo! Adorei a sua resenha. =)

    Beijos, Carol
    www.pequenajornalista.com

    ResponderExcluir
  12. Que capa linda! Super delicada :)

    http://heyimwiththeband.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Não sabia que ela tinha escrito um livro, que legal! Ela é uma personalidade muito interessante e cativante, imagino que o livro seja ótimo.

    ResponderExcluir
  14. Oi Renato!
    Com certeza não é uma leitura que fazemos com frequência, mas concordo que às vezes precisamos variar e quem sabe nos surpreender assim como vc durante essa leitura. Ótima dica. Beijos

    Divagando Palavras
    www.divagandopalavras.com

    ResponderExcluir
  15. Oie Renato =)

    Confesso que tenho um pouco de receio com esses livros que pendem mais para o lado de autoajuda. Até gosto de ler biografias, pois algumas são bem inspiradoras, porém sempre que olho para esse livro e pelas resenhas que leio dela fico com a sensação que ele é muito motivacional, do tipo daquelas palestras que o RH da empresa as vezes faz a gente assistir rs...

    Beijos;***
    Ane Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
  16. Não conhecia o livro, mas parece ser inspirador mesmo. Com certeza ela tem muita coisa pra contar. Bonita frase no final!

    rasgadojeans.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Oi! Não conhecia esse livro e conheço muito pouco do trabalho da Oprah, mas gostei especialmente dessa verdade sobre amarmos a nós próprios antes de "querer" amar outra pessoa, pois não tem como amar alguém sem nos amar.

    Duas Leitoras - no Top Comentarista de Março você pode escolher entre 4 livros!

    ResponderExcluir
  18. Embora eu tenha gostado da metáfora usada por ela no trecho que você recortou, eu não sou muito fã desse gênero. Já dei duas oportunidades de livros semelhantes, mas nenhum fora do meu agrado. Mas talvez... assim como você, eu venha me surpreender! Não é mesmo? auhsuhaus. Gostei da forma como a indicou.

    E obrigado pela visita e comentário lá no blog! Volte quantas vezes quiser! Amei ler seu comentário. É muito gostoso quando alguém que já visitou o blog há um tempo, volta. Porque é uma das minhas metas! ♥

    ACESSO PERMITIDO. ♥
    www.acessopermitido.com

    ResponderExcluir
  19. OOOOOOOOOOOOOI

    eu admiro bastante a Oprah por ser o retrato vivo de uma mulher forte, decidida, bem sucedida e de muita opinião que cresceu com o seu próprio esforço <3
    eu tenho certeza que essa é uma leitura enriquecedora e eu QUERO MESMO!

    beijo
    beinghellz.com

    ResponderExcluir
  20. Mesmo sendo uma área que costumo muito a escrever, confesso que não tinha conhecimento sobre este livro. Se mesmo não sendo fã do gênero você gostou, creio que realmente o livro seja muito bom. A Ophah tem uma presença de espírito muito grande e tenho certeza que suas palavras e experiências ajudam a muitos, tanto em seu programa como agora neste livro.
    Obrigada Pela dica Renato. Seu espaço é maravilhoso e nos deixa muito à vontade.

    Abraços!
    Deh Will
    gotasdevalor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  21. Oi, Renato.
    Os livros de desenvolvimento pessoal estão em alta.
    Não conheço a autora, mas sei que é uma das apresentadoras de televisão mais conceituadas dos EUA. Não sabia que ela escrevia e pelo jeito ela escreve bem mesmo.
    Gostei bastante do trecho que você colocou na postagem, bem inspirador.
    Abraço.
    Diego || Diego Morais Viana

    ResponderExcluir
  22. Não gosto muito de livros que tenham caracteristicas de auto ajuda, mas esse me chamou atenção <3
    http://b-uscandosonhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Oi, Renato!
    Eu não costumo ler livros de tal gênero porque não gosto mesmo. Não me atrai, não me convence e possivelmente não desperta meu interesse, entende?
    Mas fico contente que tenha se surpreendido nas últimas tentativas que fez e que este livro tenha sido incrível para você. Oprah parece ser uma mulher que enfrentou muitas coisas para chegar onde chegou e deve ter muito a compartilhar mesmo.
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.blogspot.com

    ResponderExcluir