Sem destinatário, muito menos remetente

By Renato Almeida - fevereiro 16, 2018



Leia o texto ouvindo esta canção:




Caro amigo, 

Há um bom tempo venho desejando conversar contigo. Uma conversa franca. Sem rodeios. Dizer-lhe tudo o que eu sinto, mesmo quando eu não sei definir boa parte da bagunça aqui dentro. E em algum momento te perguntar: “Você também se sente assim?”. Afinal, todo mundo anda tão feliz e bem resolvido na vida, e principalmente nas redes sociais, que às vezes tenho a sensação de ser o único indo contra à todos. Uma espécie em extinção, ou algo do tipo.

Quero falar por horas e horas sem ser interrompido, se possível. Contar todas as coisas que vivenciei, ou não, e que simplesmente guardei comigo. Compartilhar tudo, sem exceção, deixando o medo de lado ao me tornar tão transparente e verdadeiro. 

E apesar de não demonstrar, esperarei que sua fala me cale. Ansiarei que suas palavras me façam vibrar por dentro, ao mesmo tempo em que me mantenho em silêncio. Desejarei, que seu discurso responda as minhas perguntas mais íntimas. Esperarei, que seu olhar seja o que falta no meu, que costuma ser tão perdido e vazio. Cobiçarei, que seu toque traga consigo uma sensação de esperança em mim, além de frases do tipo: “Estou contigo, pode acreditar”, pois é isso que amigos fazem. E por fim, que seu abraço seja a confirmação de que tudo ficará bem. Que tudo ficará bem. 


Com amor, anônimo.

  • Share:

You Might Also Like

5 comentários

  1. Que linda homenagem!
    Bom final de semana!

    O blog está em 'Hiatus de verão'. Voltamos em definitivo na próxima terça, 13 de fevereiro!

    Jovem Jornalista
    Fanpage
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir
  2. Olá Renato.

    Tem sido cada vez mais complicado chamar os amigos para conversar. Ou estão longe, ou ocupados. Eu também me sinto assim. Precisando falar. Precisando de um abraço que confirmará que tudo ficará bem.
    Belo texto. Um prazer conhecer seu blog.

    Um grande abraço. Kami
    https://kamibicalho.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. UAU! Bem tocante. Gosto das músicas do Sivan também.
    Ah, e isso realmente é muito verdade: as pessoas parecem sempre felizes e bem resolvidas nas redes sociais. Me arrisco a dizer que é tudo para disfarçar a insegurança instaurada dentro de cada um.

    Ótimo texto, amigo!
    www.estupefaca.com.br

    ResponderExcluir
  4. Quem nunca se sentiu um peixe fora d'água ao abrir as janelas das redes sociais e ver tudo coloridinho lá fora?! É tanta cobrança pela perfeição que às vezes machuca.
    Amei o texto!

    Beijo,
    Blog: www.ninaesuasletras.com.br
    Canal: www.youtube.com/c/NinaSuasLetras

    ResponderExcluir
  5. Oi!
    Acabo de conhecer o seu blog e gostei bastante! Adorei esse seu texto e ele me tocou muito, especialmente por andar em uma fase meio assim também, me sentindo em extinção, rs. Os Delírios Literários de Lex

    ResponderExcluir